Textos do Hugo

Sobre aceitação

Seja lá o que for que tenha acontecido na sua vida, aceite… Talvez eu seja repetitivo, pois sei que já escrevi sobre isso, mas a verdade é que nem sempre as coisas acontecerão da forma como desejamos que elas aconteçam… Não gaste tempo querendo convencer as pessoas a pensarem como você. Isso é chato. E muito mais do que chato, é prejudicial pra você mesmo, porque suas emoções fatalmente adoecerão… A verdade é que ninguém é obrigado a seguir o caminho que você acha que tem que ser seguido. Ninguém vai tomar as decisões que você quer que sejam tomadas… Respeite o direito que o outro tem de conduzir a própria vida da maneira que ele bem entender. Então creio que a aceitação pode ser um santo remédio contra o inconformismo desmedido e até mesmo doentio. Quando falo de aceitação, não quero dizer que devemos nos acomodar, não. Falo de aceitar a realidade como ela é para buscar os meios de modificá-la, sem se deixar enlouquecer pela revolta, sem querer utilizar de velhos meios para resolver novos problemas. Nada mais será como antes, pois a vida muda um pouquinho a cada dia. Aceitar é uma questão de cultivar paz no coração para começar novos caminhos… Novos caminhos, lembre-se sempre disso, novos caminhos!

The following two tabs change content below.
Hugo Ribas é pisciano, escritor, leitor e também uma metamorfose ambulante. Criador deste blog e colunista do blog Que Me Transborde, adora se perder em sentimentos escritos e nem sempre consegue se encontrar em suas próprias palavras. Personagens, narrador e pensamentos se fundem num texto só. Nasceu em Jundiaí - SP e mudou-se para São Paulo - SP aos 16 anos, onde se formou em Design Gráfico e cursou teatro pelo Teatro Escola Macunaima. Apresentou peças de Gianfrancesco Guarnieri e Friedrich Dürrenmatt.

Latest posts by Hugo Ribas (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *