Textos do Hugo

Tudo passa

Nada como você se dar conta de que o tempo realmente passou e levou consigo tudo aquilo que já não servia mais pra nada… O meu amigo tempo fez questão de me afastar daquela pessoa chata, daquele lugar que eu detestava e daquela situação insuportável que parecia não ter fim. Sim, porque é assim que a gente se sente quando está com um problemão dos grandes pra resolver: Parece que aquilo não tem fim, parece que nunca, mas nunca vai acabar! A gente se desespera, esperneia e se entristece. A gente chega até a desacreditar da vida, mas olha, é bobagem, porque se tem uma coisa que ninguém pode lutar contra, é o tempo. O tempo vai passar, tenha certeza disso, ele vai passar e vai levar pra bem longe essa chatice toda que está pesando na sua vida. O tempo é uma lei irrevogável da natureza. E é por isso que quando dizem que tudo passa, eu acredito, porque tudo passa… Tudo passa. Pode ser que demore, pode ser que não, mas passará e é capaz de você nem perceber. E de repente… De repente você vai abrir um sorrisão e vai se lembrar que agora já não precisa mais derramar uma lágrima sequer, porque passou. Passou.

The following two tabs change content below.
Hugo Ribas é pisciano, escritor, leitor e também uma metamorfose ambulante. Criador deste blog e colunista do blog Que Me Transborde, adora se perder em sentimentos escritos e nem sempre consegue se encontrar em suas próprias palavras. Personagens, narrador e pensamentos se fundem num texto só. Nasceu em Jundiaí - SP e mudou-se para São Paulo - SP aos 16 anos, onde se formou em Design Gráfico e cursou teatro pelo Teatro Escola Macunaima. Apresentou peças de Gianfrancesco Guarnieri e Friedrich Dürrenmatt.

Latest posts by Hugo Ribas (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *