Textos do Hugo

Mergulhe-me

Encontro-me no beijo teu como se achasse nele a razão perfeita para descobrir-me inteiro, sem medos nem máscaras, sem pudores nem dores.

E esse fascinante encontro acontece porque seu beijo faz parte de mim de uma forma tal, que sem ele torno-me estranho aos meus próprios olhos… Como se, de repente, eu me perdesse de mim…

Sinto-me tão inteiro e verdadeiro contigo que chego a ter saudades do que sou quando nos teus braços estou. Preciso do abraço teu com a mesma urgência da sede que grita por apenas uma gota de água.

Quero-te… Preciso-te porque teu respirar é o respirar meu. Minha vida e teu amor se confundem, intensos, tanto que já não posso mais lembrar de quem fui antes de encontrar-me no olhar teu.

Como se antes do beijo teu houvesse apenas um viver sem sentido, um bater indiferente do coração que não se encanta com a graça da vida.

Entrelaço-me em teu calor porque sou medo de frio e  sombra… E de tão medo que sou sem ti, posso perder a razão de ser…

Então mergulhe-me em ti, pois o que de mais puro tenho a oferecer é esse desejo incontrolável de encontrar no beijo teu o único abrigo capaz de proteger esse coração em busca de si mesmo.

The following two tabs change content below.
Hugo Ribas é pisciano, escritor, leitor e também uma metamorfose ambulante. Criador deste blog e colunista do blog Que Me Transborde, adora se perder em sentimentos escritos e nem sempre consegue se encontrar em suas próprias palavras. Personagens, narrador e pensamentos se fundem num texto só. Nasceu em Jundiaí - SP e mudou-se para São Paulo - SP aos 16 anos, onde se formou em Design Gráfico e cursou teatro pelo Teatro Escola Macunaima. Apresentou peças de Gianfrancesco Guarnieri e Friedrich Dürrenmatt.

Latest posts by Hugo Ribas (see all)

Comments

comments

1 thought on “Mergulhe-me”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *