Deixe ir

Deixe ir

Seja lá o que for que tenha acabado em sua vida, procure não derramar tantas lágrimas, procure não perder muito tempo com questionamentos e revoltas. Garanto que isso não vai te fazer nada bem e só vai te colocar pra baixo… Sabe por que eu digo isso?! Porque fui obrigado a deixar muitas coisas das quais gostava para trás. E olha, não foi nada fácil.

Doeu, foi difícil, mas era inevitável.

Então não se deixe arrastar para o fundo do poço dessa forma… Ele é escuro demais, frio demais, fundo demais. Você não merece isso.

Sabe, a vida é cheia dessas surpresas que nem sempre são tão boas assim. De uma hora pra outra certas situações simplesmente acabam, mudam, desaparecem e não há nada que a gente possa fazer para evitar que isso aconteça. De repente as pessoas vão embora assim sem mais nem menos. Amigos mudam de cidade, amores definham, alegrias findam… De repente, um pouco da gente mesmo acaba também.  Quantas não foram as vezes que decidimos partir, abrir mão, sumir, mudar?!

Se olhar para trás, vai perceber que você mudou muito. Coisas que você amava fazer, hoje não tem mais graça alguma. Pessoas que você adorava, hoje não passam de estranhos… Lugares especiais, de repente, não significam mais nada.




Nada na vida é definitivo, não adianta muito relutar. Isso faz mal.

Então simplesmente deixe ir, para que o novo bata à sua porta. Abra novas portas. Mude a cor das paredes. Troque o sofá da sala. Faça aquela faxina. Ouça novas músicas. Mas acima de tudo, experimente novos sentimentos, abra-se para novas emoções… E descubra que você é muito mais do que pensa ser.

Nós somos a nossa própria salvação. Muitas vezes depositamos nos outros a expectativa da cura para todas as dores que surgiram no nosso caminho… Mas a vida não é bem assim, concorda?! A verdadeira cura está guardadinha aqui no fundo da nossa alma. Dentro do coração existem segredos jamais revelados, então não descanse enquanto não descobrir um por um. Descubra, sem medo, as inúmeras possibilidades guardadas em você.

Possibilidades de recomeço, reinvenção, superação. Chances de começar a sua história do zero! Sempre haverá um novo capítulo a ser escrito… Sempre haverá um novo livro a ser inventado. Por que fechar os olhos para isso?! Por que desperdiçar tanto tempo olhando para trás, para tudo o que não é mais?

Enfim, o que acabou, acabou, não tem mais como voltar atrás. Sendo assim, sorria e se entregue ao que está para começar… E olha, eu te garanto que será muito melhor do que tudo aquilo que já foi.

Deixe ir.


Deixe sua opinião, conte sua história ou seu desabafo nos comentários abaixo, vou respondê-los com todo carinho, afinal de contas todos nós temos as nossas dores e doçuras emocionais <3

Leia também esse texto, você vai AMAR com certeza: O que você espera de si mesmo?!

Eu também sou colunista de outros blogs, dá um pulinho lá para conferir textos ainda mais lindos: Que Me Transborde / Superela /  Recalculando a Rota.

Hugo Ribas

Hugo Ribas é pisciano, escritor, leitor e também uma metamorfose ambulante. Criador deste blog e colunista do blog Que Me Transborde, adora se perder em sentimentos escritos e nem sempre consegue se encontrar em suas próprias palavras. Personagens, narrador e pensamentos se fundem num texto só. Nasceu em Jundiaí - SP e mudou-se para São Paulo - SP aos 16 anos, onde se formou em Design Gráfico e cursou teatro pelo Teatro Escola Macunaima. Apresentou peças de Gianfrancesco Guarnieri e Friedrich Dürrenmatt.

Um comentário em “Deixe ir

  • 31 de maio de 2016 em 20:44
    Permalink

    Vc me emocionou…
    Era tudo que eu precisava ler.
    Obrigada

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *