Textos do Hugo

Eu escolho me superar!




Eu poderia culpar Deus, a vida e o mundo por tudo de ruim que me acontece… Na boa, conheço muita gente que é assim e você também deve conhecer, inclusive já me peguei fazendo isso. Trilhar a jornada da vida não é tarefa fácil, todo mundo sabe disso e tem dia que a gente quer mais é jogar tudo pro alto, sumir, fugir para uma ilha deserta e nunca mais dar notícias. Os dias de dor são inevitáveis. As decepções acontecem uma atrás da outra, sem dar trégua… É como se a gente se afogasse num mar de frustração. Pessoas vão embora, traem nossa confiança, perdas, quedas, traumas… Enfim, nenhum de nós passa ileso pelas armadilhas da vida.

Já reparou que quando somos surpreendidos por algo que nos causa sofrimento, fazemos logo a pergunta: “Por que isso tinha que acontecer logo comigo?!” … E se parar pra refletir sinceramente, perceberá que essa pergunta é um tanto quanto precipitada. O correto seria perguntar: “Por que isso NÃO aconteceria comigo?!”. Viver é estar exposto a todo tipo de golpes, desafios, superações e dificuldades. Não existe no mundo uma só criatura absolutamente feliz. Todo mundo tem uma certa pedrinha em seu sapato. Uma pedrinha pontiaguda que espeta, rala e machuca.

Será que a gente não anda reclamando demais?! Ninguém aqui é melhor que o outro, ninguém é mais especial que o outro, cedo ou tarde vamos ter de enfrentar contratempos e espinhos, assim como acontece com qualquer pessoa. Partindo desse princípio, convém repensarmos nossa postura diante da vida. Fazer da dificuldade um motivo a mais para testar os próprios limites e desvendar capacidades que eu nem imaginava possuir. Todo mundo tem a mesma dose de força, amor e coragem no coração, basta aprender a utilizá-la.

A sua vida não é um simples acaso. Tudo tem um motivo e um porquê. ‘Bora lá’ aprender com os acontecimentos da vida, sejam eles “bons” ou “ruins”?! Lembre-se que esse conceito de “bom” ou “ruim” depende muito do ângulo que você costuma enxergar os ditos “problemas”.

Viver não é pra qualquer um. Viver é desafio para campeões, portanto você já pode se considerar um vencedor apenas pelo fato de existir.

The following two tabs change content below.
Hugo Ribas é pisciano, escritor, leitor e também uma metamorfose ambulante. Criador deste blog e colunista do blog Que Me Transborde, adora se perder em sentimentos escritos e nem sempre consegue se encontrar em suas próprias palavras. Personagens, narrador e pensamentos se fundem num texto só. Nasceu em Jundiaí - SP e mudou-se para São Paulo - SP aos 16 anos, onde se formou em Design Gráfico e cursou teatro pelo Teatro Escola Macunaima. Apresentou peças de Gianfrancesco Guarnieri e Friedrich Dürrenmatt.

Latest posts by Hugo Ribas (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *