Textos do Hugo

As pessoas vão te decepcionar




As pessoas vão te decepcionar. É uma pena que isso aconteça… Mas acontece. Afinal de contas, ninguém está aqui para agradar ninguém. Cada pessoa é um universo infinito de possibilidades e transformações. É claro, você pode me dizer: “Mas Hugo, eu já desisti de criar expectativas, agora não espero nada de ninguém.”

O problema é que a gente não pode prever o que virá adiante, o dia de amanhã é um mistério. Foram muitas as vezes em que eu também disse essa mesma frase, jurando para mim mesmo que nunca mais esperaria absolutamente nada de ninguém. Mas no jogo das relações, sejam elas familiares, amorosas ou de amizade, quanto mais íntima a pessoa se torna, mais chances de decepcionar ela tem. É isso mesmo. Não entendeu? Vou te explicar, funciona mais ou menos assim: Quanto mais eu gosto de uma pessoa, mais confiança eu deposito, o bem querer aumenta, a admiração por ela aumenta…  Isso é inevitável. É impossível gostar verdadeiramente de alguém sem confiar ou admirar… A partir do momento em que não existe confiança nem admiração, esse “gostar” se transforma em qualquer coisa dispensável, qualquer coisa ínfima… Qualquer coisa, menos “gostar ou amar de verdade”. Não é só uma questão de “criar expectativas”, mas sim uma questão de enxergar com bons olhos essa pessoa que gostamos tanto. Temos uma visão positiva a respeito dela. Só que ela é humana e cheia de defeitos. Mais cedo ou mais tarde essa pessoa vai “errar”. Não gosto da palavra “erro”… Prefiro dizer assim: Mais cedo ou mais tarde ela vai expor um pensamento ou tomar uma atitude da qual não concordamos. Dependendo da gravidade da situação, isso vai mudar drasticamente a nossa visão a respeito dela.

E a decepção será inevitável…

Diante disso, creio que nos problemas da decepção, não basta apenas que a gente se esforce para não criar expectativas. Talvez seja necessária uma compreensão maior… Compreender que ninguém vai acertar o tempo todo. Compreender que apesar de atitudes e decisões negativas, aquela pessoa também tem seus lados admiráveis. Ninguém acerta o tempo todo. Ninguém erra o tempo todo. Nós também decepcionamos as outras pessoas…

Talvez a resposta esteja na generosidade… Talvez… Não sei, o que vocês acham?! Comentem. Vamos trocar ideias a respeito.

The following two tabs change content below.
Hugo Ribas é pisciano, escritor, leitor e também uma metamorfose ambulante. Criador deste blog e colunista do blog Que Me Transborde, adora se perder em sentimentos escritos e nem sempre consegue se encontrar em suas próprias palavras. Personagens, narrador e pensamentos se fundem num texto só. Nasceu em Jundiaí - SP e mudou-se para São Paulo - SP aos 16 anos, onde se formou em Design Gráfico e cursou teatro pelo Teatro Escola Macunaima. Apresentou peças de Gianfrancesco Guarnieri e Friedrich Dürrenmatt.

Latest posts by Hugo Ribas (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *