Não me valorizou e agora quer voltar. Por quê?!




É como se, de repente, eu abrisse uma caixinha e descobrisse nela uma coleção de tentativas erradas. Pouco a pouco, amontoei as decepções e os medos de me entregar. Olhando para esta triste coleção, percebo que não tinha como ser diferente, afinal de contas, eu dei o meu melhor, eu me entreguei de corpo e alma, eu me dediquei ao máximo e o que recebi em troca?! Desprezo… Indiferença. É muito duro quando alguém joga fora o seu coração assim, como se ele fosse um brinquedo velho que já não serve mais pra nada. Você ultrapassa os limites do fundo do poço. Mas com o arrastar do tempo, as coisas vão se ajeitando, você vai descobrindo que é mais forte do que pensava e finalmente consegue se reerguer. Aquela dor desesperadora finalmente é superada. A ferida está praticamente cicatrizada…

E então ele resolve aparecer. É isso mesmo, aquela mesma pessoa que antes só te deu indiferença, agora enxerga todo o seu brilho, a sua coragem, a sua força e percebe que saiu perdendo. Aliás, vamos combinar: Ele perdeu muito feio ao te deixar.

Mil perguntas atormentam a cabeça! Por que ele resolveu voltar justamente agora que eu estou tão bem?! Por que não me valorizou antes e agora quer recomeçar, como se nada tivesse acontecido… PORRA! Quando eu estava no fundo do poço, ele não estava lá para me ajudar. Quando eu disse que o amava, ele pouco se importou. Quando eu estava me afundando na merda, ele fez questão de dar um empurrãozinho e me deixar lá à mercê da vida…

E agora quer voltar?! Sim, isso é mais comum do que a gente imagina. E as respostas podem ser muitas:

-Algumas pessoas são extremamente vaidosas, gostam de ver alguém sofrendo por elas e não aceitam que o outro esteja bem e feliz. Então fazem de tudo para reatar e bagunçar a vida alheia.

-Outras pessoas são fúteis e acham que amar é postar declaração de amor nas redes sociais, portanto fogem logo na primeira dificuldade normal da convivência. E depois se arrependem e depois fogem e depois se arrependem, pois no fundo não amam ninguém e nem sabem o que é amor.

-Muitos outros são indecisos e só aprendem a amar aquilo que perdem, não valorizam quem está ao lado. São egoístas.

-Em casos muito raros, a pessoa realmente vacilou no passado, mas hoje enxerga e deseja, honestamente, tentar mais uma vez.

O problema disso tudo é enfrentar o medo que existe dentro da gente. Depois que levamos tantos tombos na vida, nós ficamos com medo da dor. E se eu tentar e me machucar mais uma vez? E se ele estiver mentindo? Por que não me valorizou enquanto eu estava lá me dedicando ao máximo? E se… E se… E se… Se você topar correr o risco, você pode ter uma bela surpresa ou uma grande decepção. E para saber se vale a pena dar uma chance, basta prestar atenção, observar e se lembrar de cada ato, palavra e comportamento desse tal alguém. Esse é o tipo de gente que você realmente quer que fique na sua vida???????

O mais importante nisso tudo é não se fechar para a vida, nem para o amor. Existem muitas pessoas especiais no mundo. Pessoas dispostas a valorizar quem ama de verdade. Não permita que elas passem despercebidas por você. Faz bem se desapegar das dores do passado…

A pergunta que inspirou este texto foi enviada por uma leitora que não quis se identificar. Se você quiser me fazer perguntas sobre a vida, o amor ou sobre os nossos sentimentos tão contraditórios, fique à vontade para deixá-la aqui nos comentários… Se não quiser que a sua identidade seja revelada, é só clicar em CONTATO, preencher o formulário, ou então entrar na minha página do Facebook 😉

 

Hugo Ribas

Hugo Ribas é pisciano, escritor, leitor e também uma metamorfose ambulante. Criador deste blog e colunista do blog Que Me Transborde, adora se perder em sentimentos escritos e nem sempre consegue se encontrar em suas próprias palavras. Personagens, narrador e pensamentos se fundem num texto só. Nasceu em Jundiaí - SP e mudou-se para São Paulo - SP aos 16 anos, onde se formou em Design Gráfico e cursou teatro pelo Teatro Escola Macunaima. Apresentou peças de Gianfrancesco Guarnieri e Friedrich Dürrenmatt.

2 comentários em “Não me valorizou e agora quer voltar. Por quê?!

  • 10 de março de 2017 em 22:43
    Permalink

    Pq msm depois de várias decepções e ver que meu ex ñ vale nada eu ñ consigo esquecer ele? Ou será que é so orgulho por ele ter me trocado por outra e me deixado grávida do nosso segundo filho

    Resposta
  • 18 de fevereiro de 2019 em 05:14
    Permalink

    Nossa. Que incrível seu texto.
    Me descreve. Tentei de tudo… a mesma pessoa terminou comigo 3 vezes. Na última não fui atrás. Afinal já não acreditava. Sempre amei, tanto que não terminei. Mas a carência e a necessidade de seguir em frente me fizeram ficar com outra pessoa. O que ao chegar no ouvidos de quem havia terminado comigo reacendeu o amor que segundo ela havia se dissolvido. Resolvi aos poucos voltar após um mês de conversa. No entanto que não fosse exposto para nossos conhecidos. Queria que se desse errado ninguém me julgasse. Pois já havia acontecido no passado. Não deu nem duas semanas creio eu. A idéia de não expor foi recusada. Com a idéia que tinha que mostrar amor onde quisesse. Agora fui pressionado ou volto expondo ou não há mais nada. O que pensar???? Fui cobrado de não ser Porto seguro, pois após o último término que não convidei para minha casa. Que nesse período de não contar não convidei para minha casa. Pois estava com problemas em sua casa e não ofereci apoio. No entanto se fosse pedido talvez eu desse. Sou cobrado por não ser ter de prontidão voltado. De prontidão me expor. Me deixa triste e confuso….

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *