Textos do Hugo

Acho que não te conheço mais…




Tento enxergar o exato momento em que você se afastou de mim, mas estou cego.

O brilho apaixonado do seu olhar minguou, aos poucos, sem que eu me desse conta.

Morreu… Aquele amor morreu…

Simplesmente minguou. Evaporou. Esvaiu-se na escuridão do ar como uma faísca… Tão frágil.

E acho isso tão injusto, pois me foi roubada a chance de reavê-lo.

E agora estou eu aqui, inteiramente solitário neste seu abraço frio.

A culpa assombra o meu pensamento.

Não, não posso me culpar por me entregar de corpo e alma…

Então me pergunto: Por que você ainda está aqui?! Por que não vai embora de uma vez?!

A resposta se esconde, some, foge de mim.

Talvez haja qualquer resquício de esperança aí no seu peito…

Talvez você sofra por não me amar mais.

Talvez o seu desespero seja mil vezes maior que o meu…

É tão desesperador ver o amor ressecar dentro do próprio coração e não conseguir fazer nada para evitar.

Você mudou, se fechou, se afastou…

Não te conheço mais. Não reconheço seu abraço, não me apaixono mais pelo seu beijo.

Qualquer coisa esfriou.

Talvez seja hora de criar coragem, matar a covardia e colocar um definitivo, ardido e maldito ponto final.

A história que inspirou este texto foi enviada por uma leitora que não quis se identificar. Se você quiser me me contar sua história, fazer perguntas sobre a vida, o amor ou sobre os nossos sentimentos tão contraditórios, fique à vontade para deixá-la aqui nos comentários… Se não quiser que a sua identidade seja revelada, é só clicar em CONTATO, preencher o formulário, ou então entrar na minha página do Facebook 😉

The following two tabs change content below.
Hugo Ribas é pisciano, escritor, leitor e também uma metamorfose ambulante. Criador deste blog e colunista do blog Que Me Transborde, adora se perder em sentimentos escritos e nem sempre consegue se encontrar em suas próprias palavras. Personagens, narrador e pensamentos se fundem num texto só. Nasceu em Jundiaí - SP e mudou-se para São Paulo - SP aos 16 anos, onde se formou em Design Gráfico e cursou teatro pelo Teatro Escola Macunaima. Apresentou peças de Gianfrancesco Guarnieri e Friedrich Dürrenmatt.

Latest posts by Hugo Ribas (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *