Textos do Hugo

Segue em frente, você merece ser feliz…

Sim, você já sacou que vida não é algo a ser desperdiçado. Eu sei que não dá para fingir que tudo está às mil maravilhas, afinal de contas você acabou de passar por uma ruptura um tanto quanto dolorida, mas já chegou a hora de seguir em frente, de começar a reescrever sua história.

E dessa vez, uma história feliz.

Quando a lembrança vier, simplesmente deixe que ela venha e que passe. Não a alimente.

Quando a saudade bater, agradeça por ter vivido tantos momentos bons, e continue seguindo. Não se prenda.

Quando a mágoa doer, respire fundo e apele para o amor próprio, peça para que ele te ajude a superar. Não se envenene.

Quando a tristeza tocar a campainha, finja não estar em casa. Não se afunde.

E quando a carência der sinal de vida, cuide-se com carinho e em silêncio. Não se rebaixe.

Felicidade é decisão. Problemas são muitos, não dá para ficar esperando que tudo fique perfeito para ser feliz. Sempre vai haver uma coisinha fora do lugar… Vida perfeita não existe. Alguns amores são eternos e outros se acabam, deixando muitos rastros doloridos. É muito duro você chorar por alguém que já virou a página e está seguindo adiante… Aliás, eu diria que isso é muito injusto. Você não merece isso, entende?! Encare essa realidade como um grande aprendizado de amor próprio. Nada é permanente, nem definitivo. Então se entregue a essa impermanência da vida, abrace o novo com todo carinho e esperança, faça de cada momento o mais perfeito de todos.

Você já parou para pensar que muitas coisas ainda estão para acontecer?! Muitas pessoas ainda vão passar pela sua vida. Cada uma delas deixará uma marca, uma lembrança, uma lição… Basta que você encare cada uma delas como um mestre. Alguém que vai te dar um ensinamento precioso.

Talvez este alguém que acabou de partir esteja te ensinando a se amar mais… Talvez ele esteja te obrigando a aprender que o amor não sobrevive à falta de reciprocidade.

Ame apenas quem for capaz de te amar na mesma medida. Não se contente com menos que isso, ok?!

A história que inspirou este texto foi enviada por uma leitora que não quis se identificar. Se você quiser me me contar sua história, fazer perguntas sobre a vida, o amor ou sobre os nossos sentimentos tão contraditórios, fique à vontade para deixá-la aqui nos comentários… Se não quiser que a sua identidade seja revelada, é só clicar em CONTATO, preencher o formulário, ou então entrar na minha página do Facebook 😉

The following two tabs change content below.
Hugo Ribas é pisciano, escritor, leitor e também uma metamorfose ambulante. Criador deste blog e colunista do blog Que Me Transborde, adora se perder em sentimentos escritos e nem sempre consegue se encontrar em suas próprias palavras. Personagens, narrador e pensamentos se fundem num texto só. Nasceu em Jundiaí - SP e mudou-se para São Paulo - SP aos 16 anos, onde se formou em Design Gráfico e cursou teatro pelo Teatro Escola Macunaima. Apresentou peças de Gianfrancesco Guarnieri e Friedrich Dürrenmatt.

Latest posts by Hugo Ribas (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *