Textos do Hugo

Agora que você está bem, ele quer voltar

Você suportou uma das piores dores da vida. Você deu um duro danado pra reconstruir o seu coração… E olha, deu muito trabalho juntar esses caquinhos! Você teve que aguentar suas próprias lágrimas, teve que fazer um esforço violento para conseguir se reerguer e superar.

Você está bem.

E de repente ele resolve aparecer. Pode ser que ele esteja arrependido, pode ser que esteja afim só de brincar, pode ser que ele te ame.

Possibilidades… Tudo o que te resta são essas possibilidades cruéis.

E o pior de tudo é que o fato de você estar bem, não significa que você deixou de amá-lo… Você simplesmente aprendeu a se superar e seguiu em frente, mas o amor continua aí, dentro do coração, escondido, apertado. Não tem como negar, você está muito mexida, com um medo gigante de se envolver novamente, dar uma chance e cair do cavalo de novo.

Essa queda pode ser mil vezes mais dolorida que a anterior.

Apesar dessa consciência absoluta de que tudo pode ser ainda pior, você sente uma vontade de tentar.

Por quê? Eu te pergunto, por quê?!

EU ME PERGUNTO: POR QUÊ?!




Eu queria ter essa resposta! Às vezes eu não sei lidar com meus próprios sentimentos, fico perdido nessas emoções e paixões estranhas que vem com tudo, arrebatam minha razão e me fazem pular em precipícios mortais.

É… Agora que você está bem, ele quer voltar. E você não sabe mais o que fazer. Parece que nenhuma decisão se encaixa, parece que qualquer uma das escolhas vai te fazer mal e te deixar triste.

Mas olha, escuta o seu coração verdadeiro, aquele coração livre da ilusão, aquele coração que quer te ver bem, pra cima, feliz e ao lado de alguém que te valorize realmente. Talvez essa seja a sua prova de fogo, a hora certa de fazer valer o amor próprio. Não se deixe levar por momentos de carências, nem promessas que nunca vão se cumprir…

Você agora está mais forte e sabe se defender. Você agora merece ser feliz, já passou o tempo de se humilhar por migalhas… Não se entregue sem ter certeza de que vai valer muito a pena.

Respeite-se, por favor, respeite-se muito. Preserve-se.

Ok?!


Hugo Ribas é pisciano, escritor, leitor e também uma metamorfose ambulante. Criador deste blog, adora se perder em sentimentos escritos e nem sempre consegue se encontrar em suas próprias palavras. Personagens, narrador e pensamentos se fundem num texto só. Nasceu em Jundiaí – SP e mudou-se para São Paulo – SP aos 16 anos, onde se formou em Design Gráfico e cursou teatro pelo Teatro Escola Macunaima. Apresentou peças de Gianfrancesco Guarnieri e Friedrich Dürrenmatt.


A história que inspirou este texto foi enviada por uma leitora que não quis se identificar. Se você quiser me me contar sua história, fazer perguntas sobre a vida, o amor ou sobre os nossos sentimentos tão contraditórios, fique à vontade para deixá-la aqui nos comentários… Se não quiser que a sua identidade seja revelada, é só clicar em CONTATO, preencher o formulário, ou então entrar na minha página do Facebook 😉

The following two tabs change content below.
Hugo Ribas é pisciano, escritor, leitor e também uma metamorfose ambulante. Criador deste blog e colunista do blog Que Me Transborde, adora se perder em sentimentos escritos e nem sempre consegue se encontrar em suas próprias palavras. Personagens, narrador e pensamentos se fundem num texto só. Nasceu em Jundiaí - SP e mudou-se para São Paulo - SP aos 16 anos, onde se formou em Design Gráfico e cursou teatro pelo Teatro Escola Macunaima. Apresentou peças de Gianfrancesco Guarnieri e Friedrich Dürrenmatt.

Latest posts by Hugo Ribas (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *