Textos dos colaboradores

Vai dar certo




Sabe, nem todos os amores são errados.

Lembre-se que existe sempre a chance de dar certo, e certos relacionamentos merecem, sim, a segunda chance.

Não se esqueça que pessoas erram… Não só as que não amam, mas também as que amam, pois são humanas e falham às vezes.

Tem muita história triste sobrepondo as histórias felizes.

Se você ler somente um lado da história vai acabar generalizando.

Nem todo homem trai, nem toda mulher é interesseira, e existem sim casos em que essas duas exceções se encontram, se apaixonam e escrevem uma história totalmente diferente do que vemos .

Se ouvirmos somente o lado da chapeuzinho, o lobo sempre será mau, já ouviu essa?

Então, infelizmente existem sim, muitos amores interrompidos pela falta de dignidade de uma ou ambas partes. Mas o seu pode ser exceção, e não é porque algo deu errado agora que dará errado sempre. Talvez uma segunda chance seja válida no seu caso.

Não generalize, saiba analisar e avaliar seu romance por si mesmo(a). Quem sabe a sua história será uma história para inspirar novos recomeços ao invés de reforçar o desapego?

Todo mundo merece alguém especial. Tudo na vida vem pra ensinar.

Se um dia deu errado, serviu de aprendizado. Você tem que colocar na balança. A sua história é única, diferente de todas as outras já vividas, não existe um padrão, uma regra  como: “nunca perdoar”, “perdoar apenas uma vez”, “ele só quer seu corpo”, ” ela sempre vai ter outro”, ” ele nunca vai mudar”, ” fez uma vez fará de novo”.

Cabe a você analisar e definir o desfecho do seu romance.

Esfria a cabeça e respire fundo. Tanto pode dar errado, como pode dar certo. Pensar positivo vale sempre. Já diziam “Ninguém perde em dar amor, perde quem não sabe receber”, certo? Então, por que não tentar fazer dar certo? Só por que um texto, ou alguém desiludido, ou um teste de revista, ou seu horóscopo te disse? Ninguém tem que te dizer nada. Do seu amor só você sabe de tudo. Faça da sua história somente sua.


Viviane de Oliveira Teixeira, mora em Ubá, interior de Minas Gerais. 
Transfere para o papel tudo o que lhe inspira e lhe incomoda, sempre compartilhando com as pessoas, refletindo e buscando aprender cada vez mais.

The following two tabs change content below.
Hugo Ribas é pisciano, escritor, leitor e também uma metamorfose ambulante. Criador deste blog e colunista do blog Que Me Transborde, adora se perder em sentimentos escritos e nem sempre consegue se encontrar em suas próprias palavras. Personagens, narrador e pensamentos se fundem num texto só. Nasceu em Jundiaí - SP e mudou-se para São Paulo - SP aos 16 anos, onde se formou em Design Gráfico e cursou teatro pelo Teatro Escola Macunaima. Apresentou peças de Gianfrancesco Guarnieri e Friedrich Dürrenmatt.

Latest posts by Hugo Ribas (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *