Textos dos colaboradores

Superando a si mesmo

Chega um dia em que você olha para si mesmo e se pergunta: “O que falta para colocar em prática tudo aquilo que faz meu olho brilhar, tudo aquilo que pode me trazer a paz, tudo aquilo que meu coração está dizendo que é o que eu quero e que é minha escolha para este momento da minha vida?!”

Ufa, nesses momentos o medo bate, a insegurança, a dúvida. Mas lá no fundo você sabe, você tem certeza que é preciso superar os medos, ansiedades, friozinho na barriga para se lançar na vida. Você sabe que parece ser a escolha mais coerente com aquilo que você acredita e deseja. Então tá, é hora de arrumar as coisas e pensar no que é preciso para efetivar este desejo. E tudo está no fluxo, tudo está acontecendo… você percebe que está no caminho certo. E vamos com fé.

A mudança acontece, a vida muda, as rotinas toram-se diferentes… e você até que se acostuma rápido! As coisas vão tomando seus lugares, o universo parece estar ao seu lado… e você sente que é assim que as coisas precisam acontecer. O medo bate, é claro, são muitas novidades, coisas diferentes na rotina, mas você se adapta bem, parece que nasceu para a mudança, para o novo.




Tudo está seguindo seu caminho, você parece estar mais em paz, começa a ter mais segurança em si mesma, parece saber quais decisões e caminhos deve tomar… Nem sempre, pois a dúvida também ainda é sua companheira, ai ai ai, ela volta devagarzinho e começa a te angustiar. Mas tudo bem, você sabe que faz parte do caminho… nem tudo são flores, mas você sabe que está no caminho certo.. o caminho que seu coração te guia.

Os dias são assim: altos e baixos, mas com toda certeza já com muito mais altos do que baixos, mais certezas, mais energia, mais motivação para enfrentar os revezes da vida. Quando você começa a ser verdadeiramente dono da sua vida e já aprendeu a se responsabilizar por suas escolhas, aprendeu que ninguém mais é responsável ou culpado pelo que te acontece e sim são resultados de suas decisões, tudo parece ficar mais fácil. Nesta caminhada também se aprende a aceitar e entender que não podemos controlar as coisas, e muito menos as pessoas, e isso também traz uma calma, uma leveza e uma paz, pois o que não posso controlar já está controlado.

E então vamos fluindo com a vida, aceitando o que vem em nossa direção. Tudo aquilo que podemos nos responsabilizar fazemos da melhor maneira, damos o melhor, fazemos de alma e coração e também confiando no universo…

“Ih! Hoje me pegaram desprevenida, uma pequena tempestade à vista … pelo menos me pareceu… ufa, que droga… isso me desestabilizou, me fez chorar, mas me responsabilizei e aceitei… uma pequena perda, mas que hoje já consigo olhar com os olhos de quem sabe e acredita que esta tempestade deverá trazer bons frutos assim que ela passar. Consigo compreender que se ela veio, deve haver uma razão maior para isso. E eu aceito e agradeço.”

Com as tempestades tenho certeza que estarei me desafiando mais uma vez, mais mudanças à vista… E também a eterna superação de si mesmo.


Alline Gallicchio – Uma alma sonhadora, buscadora. Terapeuta Reiki e Administradora. Uma Porto Alegrense morando em Nova Petrópolis – RS. Facilitadora de grupos de Comunicação Não Violenta e estudiosa de assuntos espirituais e amante de boas leituras. 


Se você quiser fazer perguntas sobre a vida, o amor, sobre os nossos sentimentos tão contraditórios ou se quiser que sua história se transforme em textos aqui do blog, fique à vontade para deixá-la aqui nos comentários… Se não quiser que a sua identidade seja revelada, é só clicar em CONTATO, preencher o formulário, ou então deixar uma mensagem na nossa página do Facebook 😉

The following two tabs change content below.
Hugo Ribas é pisciano, escritor, leitor e também uma metamorfose ambulante. Criador deste blog e colunista do blog Que Me Transborde, adora se perder em sentimentos escritos e nem sempre consegue se encontrar em suas próprias palavras. Personagens, narrador e pensamentos se fundem num texto só. Nasceu em Jundiaí - SP e mudou-se para São Paulo - SP aos 16 anos, onde se formou em Design Gráfico e cursou teatro pelo Teatro Escola Macunaima. Apresentou peças de Gianfrancesco Guarnieri e Friedrich Dürrenmatt.

Latest posts by Hugo Ribas (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *