Textos dos colaboradores

Viva a diferença

Sabe o que te torna verdadeiramente especial?

Não é o fato de você ter mais dinheiro que os outros, nem o fato de ter mais amigos que os outros, muito menos ter mais beleza, esteticamente falando, que os outros.

O que te torna especial nesse mundão de Deus são suas diferenças, o fato de você ser ao invés de ter.

Nos preocupamos tanto em nos encaixarmos em um determinado grupo e sermos aceitos por sermos “iguais” que reprimimos nossa própria essência.

Ninguém é igual a ninguém, mesmo que uma pessoa se esforce com todo o seu ser pra que isso aconteça, lá no fundo ela sempre saberá que está forçando ser o que não é, e isso não a fará feliz. Não existe problema algum em ser você mesmo, do seu jeito.

Eu gordinha, ela magrinha, você alto e aquele lá baixo, eu escrevo, ela canta, ele atua e aquela lá cura pessoas.




Ele limpa nossas ruas e aqueles ali garantem a segurança da cidade. Todos igualmente importantes, cada um com seu dom e dedicação completando o fluxo da vida e da convivência. Todos precisamos de todos, seja grato pelo dom que possui e pelo lugar que lhe pertence na vida.

Seja o melhor no que você faz, o que você faz é de extrema importância, caso contrário você não estaria ai, o lugar estaria vazio.

Ignore os padrões, eles são chatos e sem brilho algum.

Padrões foram criados por pessoas diferentes que querem que todos sejam iguais. Se existe coisa mais sem graça, desconheço.

A beleza da vida é aprender, descobrir e pra isso precisamos ver coisas novas, pessoas novas com hábitos novos e pensamentos novos, isso só é possível com a diferença de uma pessoa pra outra. A beleza da vida é ser diferente pra ter o que compartilhar.

Existe coisa mais linda que um campo florido? Cada flor com sua cor, forma, tamanho e perfume, aquela mistura que faz do campo um arco íris aromatizado e que nos leva a tantos pensamentos positivos.

Pense agora em um campo, sem flores, o verde pode até ser bonito, mas é uniforme, tudo igual, não tem destaque, não tem o mesmo encanto, entende?

Você é a flor diferente que enfeita as ruas da sua cidade sempre que desfila por ai, você é o destaque por ser quem você é, do jeito que gosta de ser.

Seja com saias longas, pernas escondidas, rosto limpo e voz mansa, seja com o corpo desenhado brincos metalizados, batom marcado e a atitude forte de sempre que marca presença, seja pelo corpo de volume e curvas generosas e o sorriso largo e aberto, seja por gostar de Sertanejo, Rock, MPB ou Samba, ou por não gostar de ritmos.

Seja por gostar de meninos ou meninas independente do seu gênero.


Viviane de Oliveira Teixeira, mora em Ubá, interior de Minas Gerais. 
Transfere para o papel tudo o que lhe inspira e lhe incomoda, sempre compartilhando com as pessoas, refletindo e buscando aprender cada vez mais.

Se você quiser fazer perguntas sobre a vida, o amor, sobre os nossos sentimentos tão contraditórios ou se quiser que sua história se transforme em textos aqui do blog, fique à vontade para deixá-la aqui nos comentários… Se não quiser que a sua identidade seja revelada, é só clicar em CONTATO, preencher o formulário, ou então deixar uma mensagem na página do Facebook 😉
The following two tabs change content below.
Hugo Ribas é pisciano, escritor, leitor e também uma metamorfose ambulante. Criador deste blog e colunista do blog Que Me Transborde, adora se perder em sentimentos escritos e nem sempre consegue se encontrar em suas próprias palavras. Personagens, narrador e pensamentos se fundem num texto só. Nasceu em Jundiaí - SP e mudou-se para São Paulo - SP aos 16 anos, onde se formou em Design Gráfico e cursou teatro pelo Teatro Escola Macunaima. Apresentou peças de Gianfrancesco Guarnieri e Friedrich Dürrenmatt.

Latest posts by Hugo Ribas (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *