Textos dos colaboradores

Inquebráveis





Armas ferem sua carne, as palavras sua alma
Morreremos ainda jovens em uma estrada tão vazia quanto nossas mentes
Ouça os sons que ainda trepidam nela
Serão eles sua marcha fúnebre em seu leito de morte
Peça aos céus uma segunda chance
Ainda tens os sonhos rascunhados nas estrelas
E o mundo será a tela de sua pintura

O medo irá consumir sua mente aos poucos
Não tente vencê-lo, apenas aceite senti-lo
A vida é assim, sempre vai ser
Coragem não existe na ausência do medo
Coragem é aprender a caminhar mesmo com ele

Todas as palavras que já lhe foram ditas trepidarão em sua mente
Todos os dias que passaram sem rumo irão voltar
Tudo que queria ter feito ou dito será lembrado infinitas vezes
Todos os rostos das pessoas que já estiveram com você irão aparecer
Nesse momento estarás perto do fim
Mas entenda que é só mais uma ressaca em seu mar
E irá passar

Todo o sofrimento que passa não é em vão
Todos os dias que luta para levantar não são em vão
Toda a luta que trava consigo mesmo não é em vão
Pois a cada momento está vencendo e tomando mais ainda de si
És sua armadura e espada, pronto para batalhar em um novo dia
Não precisa de escudo, pois irá entender que nada pode lhe ferir
Nada além de todos os machucados que causou a si mesmo

Você saberá se querer com toda sua beleza que é incapaz de enxergar
Pois és como um diamante ainda bruto
Lapidando-se aos poucos com o passar do tempo, belo e inquebrável

 

 


Alex Jezuino de Barros, 20 anos, sagitariano, nasceu em Conchal, interior de São Paulo e atualmente mora na cidade de São Paulo, onde cursa Têxtil e Moda na EACH USP; gosta de ler, músicas de todos os estilos, séries e filmes diversos.


Se você quiser fazer perguntas sobre a vida, o amor, sobre os nossos sentimentos tão contraditórios ou se quiser que sua história se transforme em textos aqui do blog, fique à vontade para deixá-la aqui nos comentários… Se não quiser que a sua identidade seja revelada, é só clicar em CONTATO, preencher o formulário, ou então deixar uma mensagem na nossa página do Facebook 😉

The following two tabs change content below.
Hugo Ribas é pisciano, escritor, leitor e também uma metamorfose ambulante. Criador deste blog e colunista do blog Que Me Transborde, adora se perder em sentimentos escritos e nem sempre consegue se encontrar em suas próprias palavras. Personagens, narrador e pensamentos se fundem num texto só. Nasceu em Jundiaí - SP e mudou-se para São Paulo - SP aos 16 anos, onde se formou em Design Gráfico e cursou teatro pelo Teatro Escola Macunaima. Apresentou peças de Gianfrancesco Guarnieri e Friedrich Dürrenmatt.

Latest posts by Hugo Ribas (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *