Textos dos colaboradores

QUERO AQUELES AMORES

Quero viver um daqueles amores que duram a vida toda.
Quero um amor que nas brigas me abrace sem eu pedir.
Quero um daqueles amores que fazem as mãos suarem.
Quero um amor puro, daqueles sem maldade alguma.
Quero um amor que me faça suspirar e ficar com aquele sorriso bobo na cara.
Quero um amor que tenha planos, que tenha confiança.
Quero um amor com aqueles ciúminhos bobos, beijos demorados.
Quero um daqueles amores de livros, sabe? Aqueles que você fica bobo lendo.
Quero um amor que me diga que eu sou o que ele sempre desejou.
Quero um amor que venha para somar, um amor que complete, que preencha.
Quero um daqueles amores fofos, que as pessoas sempre dizem que um nasceu para o outro.
Quero um amor que aqueça meu coração, que me faça perceber porque todos os outros deram errado.




Quero essa coisa de amar sem limites.
Quero amar e sentir que sou amada cada dia mais.
Quero um desses amores que abraça sem pedir, que escuta, que entende.
Quero um amor que saia para dançar comigo, mesmo sem saber dançar.
Que se lambuze de sorvete e faça panquecas comigo.
Quero um amor que, naqueles dias frios, tome chocolate quente em frente à lareira.
Quero um amor que me ache linda como sou, de pijama e pantufa ou toda produzida e com aquele batom rosa.
Quero um amor que role comigo na grama naqueles dias quentes de verão.
Quero um amor que escolha um nome pro nosso cachorrinho.
Quero um amor verdadeiro, que chegue para ficar, que tenha essa intenção, que ature meus dramas e coloque alegria naqueles dias chatos.
Quero alguém que não saiba amar mas que queira aprender comigo.
Não quero um amor perfeito.  Quero que dure  a vida toda, quero sonhos realizados juntos. Quero nossa música, nosso filme. Quero nossa história.  Quero nós. Sempre e para sempre.


Bia Civa, 19 anos, mora em Mato Castelhano/RS, canceriana, apaixonada por livros, música e violão, gosta das coisas simples da vida, um abraço apertado, um perfume, um beijo ou até mesmo um aperto de mão.


Se você quiser fazer perguntas sobre a vida, o amor, sobre os nossos sentimentos tão contraditórios ou se quiser que sua história se transforme em textos aqui do blog, fique à vontade para deixá-la aqui nos comentários… Se não quiser que a sua identidade seja revelada, é só clicar em CONTATO, preencher o formulário, ou então deixar uma mensagem na nossa página do Facebook 😉

Hugo Ribas é pisciano, escritor, leitor e também uma metamorfose ambulante. Criador deste blog, adora se perder em sentimentos escritos e nem sempre consegue se encontrar em suas próprias palavras. Personagens, narrador e pensamentos se fundem num texto só. Nasceu em Jundiaí – SP e mudou-se para São Paulo – SP aos 16 anos, onde se formou em Design Gráfico e cursou teatro pelo Teatro Escola Macunaima. Apresentou peças de Gianfrancesco Guarnieri e Friedrich Dürrenmatt. Foi premiado em 5º lugar no XV Concurso Literário JI / AEPTI, na categoria Contos e Crônicas.

Entre em contato: ribashugo@hotmail.com

The following two tabs change content below.
Hugo Ribas é pisciano, escritor, leitor e também uma metamorfose ambulante. Criador deste blog e colunista do blog Que Me Transborde, adora se perder em sentimentos escritos e nem sempre consegue se encontrar em suas próprias palavras. Personagens, narrador e pensamentos se fundem num texto só. Nasceu em Jundiaí - SP e mudou-se para São Paulo - SP aos 16 anos, onde se formou em Design Gráfico e cursou teatro pelo Teatro Escola Macunaima. Apresentou peças de Gianfrancesco Guarnieri e Friedrich Dürrenmatt.

Latest posts by Hugo Ribas (see all)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *