hugo ribas me afoguei na lembranca de voce
Textos dos colaboradores

Me afoguei na lembrança de você

Me afoguei na lembrança de você.

Ontem eu escrevi mais um texto sobre você, mas sem a menor intenção de te mandar. Foi só pra tirar o excesso de saudade, sabe? Deixar tudo no papel. Mas não ajudou muito.

Lembranças vieram à tona e, quando dei por mim, eu já estava nadando em saudade e nostalgia. Eu tentei me salvar, mas você sabe que eu nunca aprendi a nadar muito bem.

Fechei meus olhos e apenas deixei as memórias saltarem sobre mim. Sem esforço.

Sei que te incomoda saber que ainda penso em você, mas eu não pude evitar. Veio como uma porrada na cabeça, não tive chance de me defender nem nada. Quando vi, você já tinha acabado com meu sossego de novo.

Nosso amor tirou férias, foi necessário. Saiu pra passear e descarregar todas as mágoas no fundo de uma areia, numa praia qualquer. Mas agora ele voltou à superfície e veio como uma maré alta, quase um tsunami.

Vieram as recordações, uma atrás da outra. Foi como engolir água até perder a consciência, mas a diferença era que você me perseguia até no subconsciente.




Lembrei bem de todos os nossos beijos. Menos do último. Eu não fazia ideia de que teríamos um último beijo. Ou um último qualquer coisa. Só pensava em nós dois e no para sempre.

Lembrei daquele dia no cinema, no primeiro encontro, você se lembra? E nos primeiros sorrisos. Na primeira vez em que nossas mãos se encontraram e nos guiaram a passos ritmados.

Lembrei da primeira briga e da primeira tentativa sua de fazer tudo ficar bem. Foi a única vez em que você tentou.

Lembrei daquele domingo no sofá da sua sala, a gente vendo um filme num canal qualquer. Sempre juntos…

Lembrei do “eu te amo” naquela festa barulhenta, mas que soou como um grito e eu ouvi muito bem. E talvez seja por isso que não consiga esquecer de tudo completamente, porque eu ouvi muito bem. E essa frase ainda me persegue a cada dia.

Eu simplesmente me conformei, parei de tentar nadar contra. Flutuei e deixei toda essa maré de lembranças me levar pra qualquer lugar. Quem sabe elas me guiem até você.​


Se você curtiu esse texto, você COM CERTEZA vai AMAR estes aqui:  Você combina perfeitamente com a bagunça do meu coração  / Entre tantos sorrisos você escolheu o meu / A vida real não contrata mocinhos e vilões

E se você quiser acompanhar um pouquinho mais os textos da Bruna Frottè, você pode acessar esses sites aqui, vale a pena dar uma conferida: Palavras e Clichês / Superela Que Me Transborde.


 “Lembrar de você não dói mais. Pensar em você é como lembrar de uma piada tola… A gente dá uma risadinha e logo esquece.” – Hugo Ribas
The following two tabs change content below.

Bruna Frottè

Bruna Frotté, Taurina, viciada em Greys Anatomy e Taylor Swift, estudante de direito por obrigação e escritora por amor. Criadora do Palavras e Clichês.

Latest posts by Bruna Frottè (see all)

Comments

comments

2 thoughts on “Me afoguei na lembrança de você”

Comments are closed.