hugo ribas eu achei que seria facil te esquecer
Textos dos colaboradores

Achei que seria fácil te esquecer

Achei que seria fácil te esquecer.

Eu prometi nunca mais tocar no seu nome, prometi que não tocaria mais nas nossas lembranças. Prometi apagar nossas fotos, prometi que esqueceria o dia que nos conhecemos, dos sorrisos, dos abraços. Prometi não mais te ligar ou se quer mandar um oi só pra saber como você está. Prometi não querer mais saber coisas da sua vida. Prometi também não perguntar de você pros nossos amigos. Prometi que não ia mais te amar.

Eu prometi tantas coisas depois que você se foi, mas não te amar foi a coisa mais difícil que já fiz. Mentir pra si mesmo é sempre a pior mentira… É a que mais dói. A gente tenta, disfarça, finge que não viu, que não se importou, que o coração não doeu, mas lá dentro, só a gente, só a gente sabe o estrago que aquilo causou. A gente tenta fingir que não sente mais nada. A gente olha pro lado, se vira do avesso, mas sabe que lá no fundo, bem lá no fundo, promessa nenhuma apaga a importância que a alguém tem ou teve na vida da gente.

Podemos enganar a qualquer um, mas quando deitamos a cabeça no travesseiro, estamos sozinhos. E só a gente sabe muito bem tudo o que sente e tudo o que dói.

Eu achei que seria fácil te esquecer. Era só não ouvir aquela música que lembra você, não usar mais aquele perfume que você me deu. Seria fácil trocar de trajeto, não passar perto da sua casa, não assistir os filmes que me lembrassem de nós. Achei que seria fácil, mas não é, nunca foi.




Tentei a todo custo achar saídas, dentro e fora da minha cabeça e do meu coração, fiz contas e mais receitas pra te apagar da minha vida, mas nada disso tem fórmula pronta, nada disso tem remédio. A gente acha que vai segurar a onda, que vai dar a volta, mas quando nos damos conta estamos no mesmo lugar, andando em círculos.

Tentei sair, ver gente diferente, ouvir música, me distrair. Mas pra todos os lados que eu olhava eu te procurava e em todos os cantos eu via nossa história. Achei que seria fácil me desfazer de tudo que em lembrava e me levava pra você.

Pessoa nenhuma desaparece da nossa vida como num show de mágica, amor nenhum evapora feito bolinhas de sabão. Saudade nenhuma se apaga feito palavra escrita errada.

Eu tentei tantas vezes desviar meus olhos de você, desviar meu pensamento, desviar meu coração de ti, mas isso não é tarefa fácil e nem imediata. Amor nenhum existe só até a meia noite. Sentimento verdadeiro não tem efeito cinderela.

Eu prometi começar de novo, virar a página, tentar viver, mas em todos os becos e ruelas eu me deparo com tua presença. Eu prometi tantos dias que só por hoje não desejaria ter você do meu lado, mas nunca fui capaz de cumprir nenhuma das promessas que fiz. Sentimentos nunca devem ser prometidos, assim como a ausência dele também não. Seria pedir demais, só por hoje assim, como um dia qualquer você deixar de viver na minha vida? Porque eu achei que seria fácil te esquecer, mas não é…


Se você gostou desse texto da Gisele Ribeiro, deixe seu comentário <3 E olha, tenho certeza que você vai AMAR esse texto também: Me afoguei na lembrança de você

Eu também sou colunista de outros blogs, dá um pulinho lá para conferir: Que Me Transborde / Superela /  Recalculando a Rota.

The following two tabs change content below.

Gisele Ribeiro

Gisele Ribeiro, Gaúcha - Gremista - Escorpiana. Jornalista e Relações Públicas, mora em Caxias do Sul, RS. Apaixonada por livros, música, poesia, chimarrão e cachorro. As coisas simples a encantam e as palavras a transborda.

Latest posts by Gisele Ribeiro (see all)

Comments

comments