hugo ribas texto para ex-amor
Textos dos colaboradores

Texto para o Ex-Amor

Texto para o Ex-Amor.

Ao te ver feliz meu coração entrou em dúvida. Todo aquele clichê de “espero que você seja feliz” entrou em minha cabeça e ficou ali rodando e me fazendo pensar e sentir um turbilhão de coisas diferentes. Coisas que eu jamais havia experimentado.

Eu acho que seria fácil falar que estaria tudo bem para mim caso você fosse feliz com outro alguém… Na prática isso seria bem mais difícil.

Porque quando vi a sua foto, foi como se tudo que eu já imaginei contigo se apagasse… Como se toda aquela cena de você voltando e me pedindo desculpas sumisse… Todo aquele sentimento se quebrou. O encanto todo se desfez e então eu percebi o que todo mundo já havia me dito. Você nunca me amou.

Nem a mim e nem aos momentos comigo. Talvez tudo aquilo fosse um teste, um teste do que você queria, e nesse teste eu reprovei. Não por falta de inteligência, nem por não ter te estudado, mas por ter te amado demais. Por ter colocado expectativas demais, por mergulhar fundo em uma pessoa tão rasa.

Eu reprovei no seu teste porque fui eu mesma em cada instante. Reprovei porque criei alguém que você não era, e nem nunca será, não comigo pelo menos.




Fiquei bem confusa no momento, meus dedos coçavam para te ligar, pra pedir explicações. Eu queria tentar te entender, mas aí tive uma conversa séria comigo mesma. Porque afinal, nem valia a pena tentar te explicar o que eu sentia. Não valeria o esforço de te mostrar o quanto eu te queria, porque você simplesmente não valia a pena, nem as minhas lágrimas, muito menos o meu sorriso.

Sorriso esse que você foi o motivo muitas vezes, você tinha esse poder. Eu deixei você entrar tão fundo no meu coração, que você tinha esse poder de me fazer triste e feliz em um só dia. Mas agora quero te informar que não há mais nada que você possa me fazer, porque eu decidi te deixar de lado, eu decidi deixar você e o seu amor pra lá, como se fosse mais uma história da minha vida.

Com o tempo eu sei que vou olhar pra sua cidade e nem vou lembrar de você. Eu sei que vou olhar suas fotos e sorrir por você estar feliz. Eu resolvi seguir o tal clichê e deixar os sentimentos ruins de lado, resolvi desejar sua felicidade sim, afinal de contas você fez parte de um capítulo do meu livro, literalmente.

Tenho certeza que quando você ler minhas histórias vai se encontrar nelas, porque eu sempre escrevo sobre amor, e você foi o meu primeiro.

Vá ser feliz ex-amor, vá fazer alguém feliz. Só não vale deixar de insistir na felicidade, a felicidade é algo pelo qual a gente tem que sempre lutar, e foi exatamente por isso que eu desisti de você, porque eu decidi ser feliz.


Leia também esse texto, você vai AMAR com certeza: A vida não espera

Saiba um pouco mais a respeito da Bia Civa clicando aqui.

Eu também sou colunista de outros blogs, dá um pulinho lá para conferir: Que Me Transborde / Superela /  Recalculando a Rota.

The following two tabs change content below.

Bia Civa

Bia Civa, 19 anos, mora em Mato Castelhano/RS, canceriana, apaixonada por livros, música e violão, gosta das coisas simples da vida, um abraço apertado, um perfume, um beijo ou até mesmo um aperto de mão.

Latest posts by Bia Civa (see all)

Comments

comments