Vem cá, deixa eu gostar de você

Vem cá, deixa eu gostar de você.

Vem cá, senta aqui do meu lado, me deixa segurar a tua mão. Deixa eu sentir o teu toque, teus dedos por entre os meus. Deixa eu sentir teu cheiro, esse cheiro que às vezes me perde e onde tantas outras me encontro. Vem cá deixa eu te contar como foi meu dia, como foi sentir essa saudade por não estar contigo. Vem cá, só fica perto de mim.

Vem cá e me abraça forte, porque eu sei que quando você me abraça nada de ruim pode me acontecer. Nada é capaz de me tirar o sossego. Vem cá, eu só preciso sentir que você está aqui, só teu silêncio e presença me bastam, bastam pra que eu me sinta melhor e feliz.

Deixa eu sentir o relógio passar e a vida seguir, porque quando estou contigo tudo fica mais fácil. Você consegue ver o mundo do alto e eu me sinto forte perto do teu olhar. Eu gosto de saber que você está aqui, gosto de entender os teus segredos e de me desvendar pra você. Gosto do sabor teu beijo e de me sentir perdida.

Vem cá, não precisa fazer nada, nem dizer nada. Teu som grita no meu coração é capaz de acalmar qualquer tempestade que o mundo me traga. Você é a ternura que faltava na minha imaginação. No meu acaso, é o encanto que faltava no meu destino, e eu só preciso de você aqui, por perto.

Vem cá, deixa eu deitar no teu braço e sentir que não estou sozinha… Que de alguma forma você vem comigo por onde quer que eu vá. Vem cá, deixa eu te ninar por entre os meus cabelos pra que você se confunda com meu perfume e meu sorriso. Vem cá deixa eu gostar de você.




Vem cá, eu te acordo a hora que você precisa trabalhar, eu cuido de você, eu cuido de mim também. Deixa eu ser a paz que você não encontra na bagunça da tua vida e deixa eu ser aquilo que ninguém foi até agora. Vem cá, deixa eu só ouvir tua risada, teu barulho que me tranquiliza e que me faz bem.

Vem cá, deixa eu colocar teu casaco pra que me sinta enorme e me perca por entre teus carinhos. Vem cá, deixa eu entender o que se passa dentro do seu mundo pra que eu possa aconchegar o meu.

Vem cá, deixa eu só te contar minhas besteiras, e te fazer ter certeza do quanto você é especial pra mim. Vem cá, deixa eu só te ter por perto e colocar as minhas pernas em cima das tuas e só sentir a história rolar.

Vem cá, deixa eu sentir que eu posso tudo quando estou contigo e que já sou capaz de sentir tua falta quando você não vem. Vem cá e deixa eu te mostrar o carinho que eu carrego nas minhas mensagens que passam corridas no teu dia.

Vem cá, deixa eu te falar o quanto você mudou a minha vida… A forma que eu vejo tudo, e como eu vejo você. Vem cá… Deixa eu só aproveitar mais um pouquinho desse teu presente e dessa tua verdade que tu trás pra mim.

Vem cá, deixa eu só te ter mais um pouco. Deixa eu te guardar num potinho pra que você nunca mais possa ficar longe de mim. Só vem cá, o resto a gente tem e já é. Vem cá, deixa eu só gostar de você e você gostar de mim.


Se você gostou desse texto da Gisele Ribeiro, deixe seu comentário <3 E olha, tenho certeza que você vai AMAR esse texto também: Eu não queria me apaixonar por você

Eu também sou colunista de outros blogs, dá um pulinho lá para conferir: Que Me Transborde / Superela /  Recalculando a Rota.

Gisele Ribeiro

Gisele Ribeiro, Gaúcha - Gremista - Escorpiana. Jornalista e Relações Públicas, mora em Caxias do Sul, RS. Apaixonada por livros, música, poesia, chimarrão e cachorro. As coisas simples a encantam e as palavras a transborda.