Será que isso está te fazendo bem?!

Será que isso está te fazendo bem?!

Esse é o tipo de pergunta cuja resposta foge da gente como o gato foge da água.

Não importa se estamos falando de relacionamentos, amizades, carreiras profissionais, sonhos ou família… O que importa, de fato, é que estamos falando da vida.

A verdade é que nem sempre temos certeza de que estamos trilhando os caminhos que fazem luz dentro da gente.

Então eu te pergunto: Será que tudo isso está te fazendo bem?!

Já gostei de pessoas que por trás da palavra doce escondiam intenções bastante amargas. Às vezes, manipulados pela nossa própria carência afetiva, nós perdemos um pouco do senso crítico… Basta um sorriso, um simples carinho, para que a gente deposite todas as nossas esperanças e expectativas em alguém que, sinceramente, não vale a pena. Sem perceber, construímos um falso castelo de areia… Mais cedo ou mais tarde, a força da realidade passará por ele sem dó nem piedade. O castelo vai desmoronar, isso é um fato. É impossível se envolver sem criar expectativas. Não se mergulha de vez num relacionamento sem ter esperanças de que ele te faça bem. E não estou falando só de amor romântico… Falo de amizades e família também.

A vida não é 8 nem 80. A vida é caminho do meio, bom senso, medida certa. Expectativa sim, mas nem tanto. Desapego sim, mas nem tanto. Meio termo.




Já construí sonhos e fiz projetos que estavam muito além do meu alcance. Já chorei por não ter tudo o que queria e achava que merecia. Já me odiei por não ser como eu queria ser. Não precisei da ajuda de ninguém para pular no poço obscuro da baixa auto estima. Eu confundi aquela visão extremamente negativa com realidade. Achei que o meu caso estava perdido… Pensei que eu só fazia mal às pessoas. Eu me olhava no espelho e não via nada de muito bom… Depois entendi que tudo isso também é uma ilusão. Esse tipo de pensamento está muito longe da realidade.

A vida não é de extremos. Viver é equilíbrio e respeito próprio. Amor próprio sim, mas sem arrogância. Auto crítica sim, mas sem mutilações. Ajude-se.

Talvez seja o momento de voltar os olhos para a vida que tu construiu até agora e refletir sobre as pessoas que tu atraiu para perto de ti…

 

E é por isso que eu volto a te perguntar: Será que tudo isso está te fazendo bem?!

Amigos que te tratam como um problema… Amores que só te fazem chorar… Palavras que só te colocam para baixo.

Ambições que roubam teu sono… Apego a dores que já estão enterradas no passado… Manias de remoer os próprios traumas.

Relacionamentos e pensamentos tóxicos. Desilusão atrás de desilusão.

Talvez seja a hora de responder essa pergunta. E se a resposta for negativa, você já sabe o que fazer, certo?! Tomar uma atitude.


Leia também esse texto, você vai AMAR com certeza: Insistir ou Desistir?!

Eu também sou colunista de outros blogs, dá um pulinho lá para conferir: Que Me Transborde / Superela /  Recalculando a Rota.

Hugo Ribas

Hugo Ribas é pisciano, escritor, leitor e também uma metamorfose ambulante. Criador deste blog e colunista do blog Que Me Transborde, adora se perder em sentimentos escritos e nem sempre consegue se encontrar em suas próprias palavras. Personagens, narrador e pensamentos se fundem num texto só. Nasceu em Jundiaí - SP e mudou-se para São Paulo - SP aos 16 anos, onde se formou em Design Gráfico e cursou teatro pelo Teatro Escola Macunaima. Apresentou peças de Gianfrancesco Guarnieri e Friedrich Dürrenmatt.

2 comentários em “Será que isso está te fazendo bem?!

Os comentários estão desativados.