O nosso amor vai além de qualquer rede social

O nosso amor vai além de qualquer rede social

O meu amor por você vai além de uma foto no Faceboock. Meu carinho por você vai além de um texto apaixonado no Instragram. Minha admiração por nós dois vai além de qualquer rede social. O nosso amor está acima das coisas deste mundo onde os likes elegem a história mais bonita, o casal mais perfeito. O nosso amor está além das coisas tecnológicas. Eu não preciso de um celular com uma super câmera para registrar nossos melhores momentos. Eu não preciso de um Tablet pra guardar cada beijo que você me deu… Eu não preciso de um print pra saber o quanto nós demos certos.

Enquanto alguns procuram o melhor ângulo para uma foto perfeita, eu procuro o melhor jeito pra te dar um abraço apertado e sem filtro algum. Enquanto alguns procuram o lado ideal para o storie eu procuro sempre o meu melhor lado que é do seu. Enquanto as pessoas tentam eternizar os momentos, sentimentos e lembranças, elas esquecem de registrar onde tudo isso será eterno: no coração, na história de cada casal, tão peculiar e tão dos dois.

Eu não preciso lembrar você que tenho saudade através de uma mensagem no celular, posso demonstrar isso toda vez que eu te encontrar. Eu não preciso procurar gifs ou frases feitas pra te dizer o quanto você é importante na minha vida. Eu não preciso estar a todo tempo online para estar presente na sua vida e no seu coração.

O amor é o que acontece fora do alcance dos olhos dos outros. O amor acontece no particular, na convivência, no dia a dia, nas riquezas e fraquezas de cada um. Isso não precisa virar a primeira informação do seu feed de notícias. O amor de verdade não precisa de exposição. Ele precisa de respeito, de cumplicidade e não de wi-fi ligado ou transmissão ao vivo.

O amor é discreto, cresce sem muito barulho, sem muito holofote. O amor não gosta da intromissão de ninguém, ele é singelo. O nosso amor é tão bom, é tão completo, que a gente nem precisa fotografar, nem precisa marcar localização, nem precisa postar, a gente só precisa viver e sentir. A vida também pode acontecer sem provas documentais.

Eu não preciso provar a todo instante que amo você nas redes sociais. Faço isso nas minhas atitudes, no zelo, no cuidado, nos pequenos gestos, naquilo que só nós dois sabemos fazer de melhor: ser companheiros um do outro. Eu não preciso mostrar para as pessoas que eu sou só sua. Não preciso provar nada pra ninguém sobre nosso relacionamento. Ele está aí pra quem quiser ver, mas só a gente enxerga ele de verdade, com os olhos do coração e da cumplicidade. Nada é mais real do que nós dois juntos.

Eu não preciso falar para as pessoas do meu amor por você. Amor não se descreve, se distribui, se faz sentir, é maior que uma rede de amigos curtindo algo sobre nós. O nosso amor não precisa da reação dos outros. Precisa do meu sorriso, do seu sorriso, do nosso comprometimento. E isso a gente não constrói no meio de posts ou declarações.




Eu não preciso trazer o mundo pra dentro da nossa história. Nós podemos construí-la sozinhos ou ao lado de quem realmente quer nossa felicidade. Esse lance de exposição nunca foi muito com a gente, o nosso amor aconteceu no nosso cantinho, bem do nosso jeito e tá tão bom assim.

A gente não precisa ter um perfil juntos pra dizer que somos um casal. Cada um tem sua vida, seus sonhos, suas prioridades, não é porque estamos juntos que somos um só. Podemos viver nossas vidas em separado e depois juntá-las sem pressão alguma.

As pessoas  postam tantas coisas nas redes sociais, mas será que vivem aquilo tudo? A felicidade que a gente vê nem sempre é a que as pessoas vivem. As conquistas que elas mostram nem sempre é a luta que elas passam. Então o amor que elas pregam pode ser o amor que elas não sentem ou não tem. A internet veio pra estreitar os laços e não para ser competição de quem tem mais felicidade ou mais amor. Sentimento nenhum pode ser medido ou explicado, ele pode apenas ser sentido. Uma tela de celular ou de computador não faz ninguém se sentir amado.

Amor é presença mesmo estando ausente. É carinho mesmo em pequenos gestos, é cuidado mesmo nas horas inesperadas. Amor é mais que tecnologia. É vida real, é toque, é sussurro no ouvido, é mão entrelaçada… É carinho no cabelo, e tecnologia nenhuma pode decifrar ou transmitir isso.

Eu prefiro ouvir uma respiração no meu ouvido do que um texto cheio de firulas na minha timeline.

Às vezes a gente se esquece de que as melhores coisas que podemos ter, sentir e viver estão nas pessoas que abrem um cantinho do coração delas para a gente viver.

O meu amor, o nosso amor está além de uma rede, seja social, virtual. Ele está dentro de nós que é o melhor lugar pra ele crescer ainda mais saudável e transbordando alegrias.


Deixe sua opinião, conte sua história ou seu desabafo nos comentários abaixo, vou respondê-los com todo carinho, afinal de contas todos nós temos nossas dores e doçuras emocionais <3

Então se você gostou desse texto da Gisele Ribeiro, deixe seu comentário <3 Enfim, tenho certeza que você vai AMAR esse texto também: Sobre a exposição de relacionamentos nas redes sociais

Eu também sou colunista de outros blogs, dá um pulinho lá para conferir textos ainda mais lindos: Que Me Transborde / Superela /  Recalculando a Rota.

Gisele Ribeiro

Gisele Ribeiro, Gaúcha - Gremista - Escorpiana. Jornalista e Relações Públicas, mora em Caxias do Sul, RS. Apaixonada por livros, música, poesia, chimarrão e cachorro. As coisas simples a encantam e as palavras a transborda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *