Eu sei que é difícil, mas é hora de recomeçar

Eu sei que é difícil, mas é hora de recomeçar

Eu sei, sei mesmo, que a gente quebra a cara muitas vezes, principalmente quando se trata de amor, mas sei também que sempre existe um tempo para recomeçar. A gente tem o direito de chorar, de sofrer, de lamentar os erros… De buscar respostas, de sentir culpa, de tentar entender o que muitas vezes não tem explicação. Mas um belo dia você vai acordar e vai perceber que aquela dor já não é tão grande, que você pode lidar com ela e até mesmo superá-la.

A gente tem o direito de ficar mais no nosso canto, de não querer badalações, de evitar encontrar algumas pessoas para não ter que explicar o que aconteceu. A gente tem direito de se empanturrar de chocolate, de não querer sair, a gente tem o direito de questionar algumas coisas e tentar mudar outras. A gente pode desabafar com um amigo, pode procurar ajuda. Mas chega uma hora em que só a gente mesmo pode realmente se ajudar. Pequenos gestos que vão mudar a rotina e tirar a dor de lado. Eu sei que é fácil falar e que só quem sente é que realmente sabe o que se passa dentro do seu coração.

Mas tudo tem um fim… Até os momentos mais felizes de nossas vidas chegam ao fim. Pode ter certeza: Essa dor e essa tristeza toda não vão durar pra sempre.

Sim você tem o direito de continuar gostando daquela pessoa, você tem o direito de não querer se envolver com alguém tão cedo, você tem o direito de ainda guardar as lembranças e coisas que relembrem aquela história. Sim você ainda pode ter a esperança de um reencontro, você pode acreditar na força do perdão. Mas agora neste momento, você precisa pensar em apenas uma coisa: Recomeçar! Recomeçar seja como for, meio aos trancos, meio sem saber direito o rumo. Mas você precisa de alguma forma entender que o teu caminho é pra frente. Chega de olhar tanto para trás.

Eu sei dói, dói muito. E tem horas que você vai querer desistir, vai querer largar tudo e só chorar. Você vai querer ligar, vai querer ver, vai querer ter por perto. Tem horas que a saudade vai ser a única coisa que você vai ter pra te consolar. O caminho não é fácil e nem curto, mas um dia você vai atravessá-lo com a cabeça erguida e o coração refeito. Então você certamente entenderá o que é recomeçar.




Recomeçar é começar outra vez, outra história, outro destino. Quem sabe até com aquela pessoa, mas de um jeito diferente, com um caminho diferente. Recomeçar é focar nas suas coisas, é lutar pelos seus sonhos. É pensar em você, é gostar de sua companhia, é entender que você merece um amor inteiro e de verdade. É compreender que se aquele amor tiver que voltar, que seja pra ser inteiro e de verdade.

Recomeçar não é apenas voltar a sair com seus amigos, conhecer gente nova, se apaixonar outra vez. Recomeçar pode ser começar a conhecer você de verdade, aquilo que você realmente busca numa pessoa e numa relação. É descobrir aquilo que você é capaz de dar a alguém. É se reconstruir. Ninguém é mais forte quanto uma pessoa que se reconstrói, que se reinventa, que volta a brilhar.

Você pode continuar com seu coração cheio de amor e ainda assim continuar caminhando, continuar sonhando. Recomeçar não significa esquecer alguém que por um tempo te fez tanto bem. Esquecer é impossível e tenho certeza de que você ainda vai lembrar muito de quem fez o seu coração feliz, embora hoje o faça triste.

Você não precisa sorrir sempre, você não precisa ser forte sempre. As recaídas virão, as lembranças virão. Você verá o carro da pessoa em muitos outros carros. Quando ouvir o nome dele, você vai logo procurar seu rosto. Você ainda vai sentir o cheiro dele em outras pessoas. E você vai pensar que nada exatamente mudou, mas alguma coisa dentro de você vai acontecer e vai fazer você voltar a viver. Às vezes sem vontade, às vezes meio na obrigação. Mas você vai perceber que sua vida precisa continuar, que ela precisa ser o agora e não o que passou.

Não é fácil recomeçar depois de uma dor que a gente não esperava sentir. Não é fácil ouvir aquele silêncio que a gente não gostaria de escutar. Não é fácil você sentir essa ausência tão presente no seu quarto. Não é fácil você acordar com a saudade e dormir com ela também. Não é fácil não poder, mas ainda gostar. Não é fácil ver partir quem a gente queria ver ficar.

Mas nada pode ser maior do que aquilo que podemos ser para nós mesmos, para os nossos sonhos, para o nosso destino, para o nosso futuro. Então se você não consegue começar agora, recomece amanhã. Ou se ainda não puder, recomece semana que vem, mas não deixe de tentar. Um dia isso vai parar de doer e você vai entender que todas as coisas que eu escrevo agora fazem todo o sentido. E você vai perceber que é sempre tempo de construir algo novo, nem que seja apenas dentro de nós mesmos.


Deixe sua opinião, conte sua história ou seu desabafo nos comentários abaixo, vou respondê-los com todo carinho, afinal de contas todos nós temos nossas dores e doçuras emocionais <3

Então se você gostou desse texto da Gisele Ribeiro, deixe seu comentário <3 Enfim, tenho certeza que você vai AMAR esse texto também: Sobre a exposição de relacionamentos nas redes sociais

Eu também sou colunista de outros blogs, dá um pulinho lá para conferir textos ainda mais lindos: Que Me Transborde / Superela /  Recalculando a Rota.

Gisele Ribeiro

Gisele Ribeiro, Gaúcha - Gremista - Escorpiana. Jornalista e Relações Públicas, mora em Caxias do Sul, RS. Apaixonada por livros, música, poesia, chimarrão e cachorro. As coisas simples a encantam e as palavras a transborda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *